Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Um Homem Na Cozinha



Segunda-feira, 20.05.13

Diferenças entre a Bimby e a batedeira tradicional, na hora de fazer um bolo

 

Lembram-se de eu já aqui ter falado do Bolo Dia da Mãe? Pois bem! No outro dia, resolvi pegar na mesma receita desse bolo e em vez de fazê-lo na Bimby, resolvi fazê-lo através da tradicional batedeira. E porque é que eu fiz isso? Bem! Apesar de eu considerar a Bimby excelente para tudo, acho que ela não é propriamente a mais indicada para a confecção de bolos. Eu já fiz vários através da Bimby. Sempre gostei do resultado mas para ser sincero, gosto muito mais do resultado final quando ele é batido através da batedeira. A principal e grande diferença que eu vejo ao comparar um bolo feito com a Bimby e um outro feito no modo normal é que nesta segunda opção os bolos ficam bem mais fofinhos. A nível de sabor nada se altera mas entre comer um bolo com uma consistência dura e um outro com uma consistência mais fofinha, eu sem dúvida alguma que prefiro essa segunda opção. Por isso, quando resolvi pegar na mesma receita e fazer um outro bolo mas de forma diferente – primeiro bati os ovos com o açúcar através da batedeira e depois com a colher, envolvi lentamente a farinha e o fermento – cheguei à conclusão de que o bolo ficou bem melhor do que da outra vez. Acho que a partir de agora, quando optar por fazer um bolo, não vou querer bater os ovos na Bimby e nem mesmo juntar a farinha com a Bimby. Acho que vou mesmo preferir fazê-lo do mesmo modo que fazia antigamente.

 

 

Mas comparando este bolo com o Bolo Dia da Mãe, o facto de este ter ficado mais fofinho que o outro não é a única diferença entre eles. Aliás, outras grandes diferenças saltam à vista! O outro era coberto com natas (e queijo Philadelphia) e este foi coberto com pasta de açúcar, onde depois acrescentei umas florzinhas (também em pasta de açúcar) como decoração. O aspecto final até nem ficou mau. Apesar das muitas imperfeições – pois eu não sou de modo algum um expert a trabalhar com a pasta de açúcar – o bolo até ficou bonito. Foi uma ligeira experiência que resolvi fazer e fiquei satisfeito com o resultado final.

 

Infelizmente, no que toca ao sabor, o resultado já não foi aquele que eu esperava. O bolo em si estava muito bom mas depois, de forma a recheá-lo, fiz um creme de pasteleiro (com a receita do Livro Base da Bimby). Por erro da minha parte, acabei por colocar quase a casca de uma laranja inteira e de um limão também. Conclusão, o sabor do creme ficou demasiado intenso, demasiado enjoativo e isso a combinar com a pasta de açúcar… enfim, não foi propriamente a melhor combinação possível. Mas numa próxima vez, tenho a certeza que irei fazer o recheio do bolo de uma outra forma.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Homem na Cozinha


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Maio 2013

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031


Arquivo

2013


Comentários recentes

  • Cláudia

    Olá,Derreteu a manteiga antes de adicionar às bola...

  • hELENA MOTA CORREIA

    A receita é simples e de fácil execução.

  • Anónimo

    Gostei muito, simples e muito gostosa.obrigada pel...

  • R

    A receita é simples e os resultados, deliciosos! F...

  • Paulo Fernandes

    Olá Ermelindo!Parabéns pelo seu blog! É ótimo! As ...